Buscar

Setembro mês do cliente!





O mês de setembro é marcado por uma data bem significativa: o Dia do Cliente. Por isso trazemos aqui algumas dicas para você!

Mais rentável do que atrair clientes novos é cultivar a confiança dos fiéis. Ter um público fixo para a sua marca ou empreendimento é a chave para o sucesso financeiro e para um bom legado na mente dos consumidores, mas nem todos sabem ou estão dispostos a criar esse tipo de relação com os clientes. A necessidade da fidelização já deixou de ser tendência e já é obrigação para qualquer tipo de negócio, incluindo as farmácias magistrais.

Os consumidores são atraídos pelas vantagens que lhe são oferecidas, como descontos e prêmios pelas compras, mas o atendimento personalizado e o bom tratamento são reconhecidamente mais importantes, não apenas nas farmácias magistrais, mas em todos os setores. Servir bem o visitante é obrigação para ter sucesso e conquistá-lo afetivamente, por isso os gestores devem estar atentos ao desempenho da equipe e como os membros abordam o público.

Em um mercado onde o público é rotativo e a demanda é sempre pontual, criar estratégias para trazer o comprador de volta na próxima prescrição pode ser um desafio, mas ajudaremos a simplificar esse processo com dicas de ações para conquistar os clientes de forma visual e afetiva.

  1. Identificar o público

Tal atividade requer estudo, observação e uma coleta detalhada dos dados dos clientes. Antes de traçar os objetivos e estratégias, é preciso saber com quem você quer falar e quem pode ser atraído pelas novas práticas da farmácia. Para a equipe identificar tal persona, será necessário analisar os clientes que fizeram pedidos em um intervalo de tempo determinado, sejam semanas, meses ou até anos. Faixa-etária, produto requisitado e sexo são filtros determinantes, enquanto outros, como endereço, podem complementar.

A farmácia obviamente quer vender para todo mundo, independente das diferenças, mas definir um público-alvo facilita na hora de investir em publicidade e na manutenção do estoque, seja estipulando preços com desconto ou ao criar programas de fidelização, que serão discutidos posteriormente neste guia.

Empresas que possuem softwares para fazer gestão de clientes têm a vantagem de fazer tais filtragens e traçar perfis de forma mais ágil, afinal, todos os dados estão registrados numa mesma plataforma. Além disso, os registros feitos dão suporte para identificar quais clientes têm mais chances de ser parceiros da sua farmácia, ou então para saber por meio de qual prescritor esse cliente chegou ao seu estabelecimento.

  1. Apostar no visual

Melhorar a aparência do estabelecimento deve ser um objetivo permanente, não se limitando apenas a objetivos como o que estamos debatendo. Já ouviu a frase “o bonito vende mais”? Essa é uma verdade quase absoluta, e para atrair clientes, investir em decoração, organização e temáticas diferenciadas é uma alternativa que trará resultados.

Se o dinheiro estiver curto para fazer uma reforma ou expandir a farmácia, organizar o espaço de uma forma diferente, repintar e melhorar o ambiente com músicas e ar-condicionado são ações simples e que não só agradam os clientes, mas a própria equipe. Se dentro do estabelecimento a importância é grande, a fachada é ainda mais importante. É ela que desperta curiosidade e é a identidade do local, o motivo da primeira parada, da volta e vira referência quando for recomendada para um terceiro.

Seu ponto de venda precisa ter a cara da sua proposta, transmitir alegria e receptividade, e transmitir a certeza de que o consumidor vai encontrar ali o que precisa. O PDV é responsável pelo próprio marketing, por isso o investimento em estrutura e estética é tão importante.

1 visualização